Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

Dia mau e a benesse do sol nascente

Antes de começar a discorrer sobre como busco superar esses dias, tenho que ponderar a seguinte situação:
Se os dias maus prevalecem para você, sendo mais frequentes do que dias bons, em razão de algum trauma, doenças, problemas familiares, ou ainda que sem motivo, encorajo a procurar ajuda profissional, como a de um terapeuta, psiquiatra ou até um pastor. Nós vivemos com tanta pressão, ansiedade e incertezas, que é cada vez mais comum precisarmos de apoio. Não é vergonha para ninguém e quanto antes procurar ajuda, mais rápido sairá desse ciclo.
No entanto, se após um exame de consciência você constatou que eles não são maioria, mas que o incomodam mesmo assim, quero mostrar como passo por eles:
Basicamente, adoto três ações:
1.Não adianta, haverá dias maus, então aceite a existência deles,(há estudos que constatam que esses dias podem ocorrer até mesmo por desajustes hormonais, biológicos, alheios aos acontecimentos da sua vida). O próprio Jesus disse: “Aqui no mundo vocês terão afliçõe…

A estrada um tanto quanto lenta da santificação

Imagem
Às vezes fico pensando como conseguimos continuar fazendo coisas tão estúpidas perante Deus, mesmo já tendo optado por uma vida de transformação.

Mas a resposta é simples, cada um andou seu "tanto" e tem mais um "tanto" para andar...

Uns superaram os problemas com o álcool, mas persistem com a pornografia, outros deixaram a mentira, mas flertam com a inveja...

Eu reflito. Em que posso ajudar e o que me falta caminhar? Essa é a estrada da santificação...

E você?



L. Gonçalves

Comissionamento

Há algum tempo vinha refletindo sobre como conseguir amar melhor as pessoas para que meu comissionamento pudesse ser mais efetivo e verdadeiro...
Na semana passada, em uma conversa com o missionário, após expor essa dúvida pedindo uma solução pragmática, ele me fez perceber algo interessante na passagem do comissionamento de Pedro – a coordenação das orações:
Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: "Simão, filho de João, você me ama realmente mais do que estes? " Disse ele: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo". Disse Jesus: "Cuide dos meus cordeiros".
Novamente Jesus disse: "Simão, filho de João, você realmente me ama? " Ele respondeu: "Sim, Senhor tu sabes que te amo". Disse Jesus: "Pastoreie as minhas ovelhas".
Pela terceira vez, ele lhe disse: "Simão, filho de João, você me ama? " Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez "Você me ama? " e lhe disse: "Senhor, tu sa…

Venezuelanos

Amigos, em relação à crise dos imigrantes da Venezuela no Estado de Roraima, mesmo não sendo eu morador de lá, trago essa reflexão, contida no antigo testamento:
 “E quando o estrangeiro peregrinar convosco na vossa terra, não o oprimireis. Como um natural entre vós será o estrangeiro que peregrina convosco; amá-lo-ás como a ti mesmo, pois estrangeiros fostes na terra do Egito. Eu sou o Senhor vosso Deus.” Lv 19.33-34
No entanto, a passagem mais contundente está descrita no livro de Mateus, e saiu da boca do próprio Jesus ao descrever aqueles que herdarão seu reino.
Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. Mt 25.35-36
Assim, como um natural, aos que cometeram crimes e injustiça, que lhes seja aplicada a Lei. Aos de bem, o amor e auxílio.
L. Gonçalves